Crônicas do Agora | Tudo sobre filmes e séries
Image default
Crônicas

O Rio de Janeiro retratado em música(s)

Rio, podem dizer o que quiser, mas o xodó do povo é o Rio. Rio de sol, de céu, de mar.O Rio dos sambas e batucadas, dos malandros e mulatas com seus requebros febris. Berço do samba e das lindas canções que vivem nalma da gente. O altar dos nossos corações que cantam alegremente.

Esse é o povo que dança nas ruas, o turista que desce na pista do lugar quer se tornar moreno. Do Leme ao Pontal, não há nada igual. Sem contar com Calabouço, Flamengo, Botafogo, Urca, Praia Vermelha. Copacabana, princesinha do mar. Ela é carioca. Do sol de Ipanema. Da janela vê-se o Corcovado, o Redentor: que lindo! Em tardes azuis reza no Maracanã o oração do futebol, o gol é o sol. O sol.

Cariocas são bonitos. Cariocas são bacanas. Cariocas são sacanas. Cariocas são. Dourados. Cariocas são modernos. Cariocas são espertos. Cariocas são diretos. Cariocas não gostam de dias nublados. Cariocas nascem bambas. Cariocas nascem craques. Cariocas tem sotaque. Cariocas são alegres. Cariocas são atentos. Cariocas são tão sexys. Cariocas são tão claros. Cariocas não gostam de sinal fechado.

Rio de Janeiro, você não me dá tempo de pensar com tantas cores sob este sol.

Cidade maravilha, purgatório da beleza e do caos. Lá não tem claro-escuro. A luz é dura. A chapa é quente. Que futuro tem aquela gente toda? É pau, é pedra. É fim de linha. É lenha, é fogo, é foda. Nesse país todo mundo sabe falar que favela é perigosa, lugar ruím de se morar. Mas existe violência em todo canto da cidade .

Estranho o teu Cristo, Rio, que olha tão longe além. Com os braços sempre abertos, mas sem proteger ninguém. Êta cidade imensa! Quem pensa poder te entender que entenda e venha me dizer. Tantos poetas e tantos cantores traçando teus perfis, olhos do mundo inteiro pro teu nariz.

Pra delírio dos mortais, pedras monumentais combinaram aqui um encontro colossal e contorno de beleza igual, nunca vi. Com esse poder, outra cidade não há. Não consigo pensar em duas.

Rio Rio Rio
Choro e rio, rio e choro
Rio Rio Rio
Rio e choro, choro e RIO!

Related posts

Eu escolhi morar dentro de um abraço

Maria Luíza Barbosa

Ela é o zodíaco inteiro, meu amigo

Vinicius Andrade

CRÔNICAS | Pitanga medicinal para as borboletas no estômago

Felipe Aguiar
Compartilhar
Twittar
Compartilhar
0 Compart.